Home Uncategorized
Category

Uncategorized

Pessoal, estamos procurando uma pessoa para completar o nosso time de experts e fazer parte da maior empresa de manequins da América Latina.

Vamos conhecer a oportunidade:

  • Consultor de Vendas

Precisamos de uma pessoa que goste de moda, seja articulada, pró-ativa, detalhista, organizada, comunicativa e que tenha afinidade para vendas.

Essa pessoa terá as seguintes atividades:

_ Assessorar na parte administrativa comercial todo o trâmite, fluxo e processo de informações quali e quantitativas desde informação recebida do cliente, interpretação para alimentar o sistema, coordenar e alinhar detalhes entre departamentos, dar retorno ao cliente e monitorar o processo de fabricação até o faturamento, entrega e suporte quanto a programação e liberação de documentação para pagamento.

_ Entender o funcionamento e processo interno de compra de cada cliente, estabelecer contatos contínuos de check list e ser ágil no feedback das consultas.

_ Planilhar para visualizar diariamente as pendências, as ações e as etapas.

_ Formalizar e compartilhar tudo e qualquer alteração solicitada, pegando o de acordo do responsável.

_ Montar pedido com a ficha detalhada de cada item, conferir, e lançar para a fábrica.

_ Administrar e supervisionar o trabalho da Assistente Comercial e SAC referente aos seus clientes.

_ Participar acompanhando as reuniões de projetos e programações de compra.

_ Conduzir as solicitações, os desenvolvimentos, montar o material, preparar espaço da reunião, levar amostra/protótipo, imagens.

_ Sigilo de todo e qualquer assunto tratado com cada cliente, pela concorrência e ética profissional, assim como modelo, preço e negociação.

_ Dar manutenção semanal, ou quinzenal aos clientes quanto as pendências, ajustes, novas programações, direcionamento de novidades, lançamentos.

_ Quando disponível, poderá desempenhar e aprender outras funções, atividades no setor comercial.

_ Atendimento de primeiro contato: site, telefone e showroom.

_ Manutenção e pós venda dos clientes, carteira existente.

_ Preparar briefing para montar solicitação de desenvolvimento de material de marketing para cliente.

Escolaridade: Graduação completa, de preferência Administração, Publicidade e Propaganda, Marketing, Visual Merchandising, Moda ou afins.

Área de afinidade: Varejo, Moda e Visual Merchandising. Serão diferenciais ter experiências com Indústria de Moda e Indústria de Móveis/Instalações de Lojas.

Requisitos: Pacote Office, Outlook, Internet, Power Point.

Preferência: Veículo próprio, flexibilidade de horários, participar de reuniões, visitas a lojas e eventos.

Experiência Profissional:
_ Comercial, em vendas.
_ De preferência em indústria PJ para PJ, showroom.
_ Ter trabalhado com arquitetos, escritórios de VM será diferencial.

Se interessou? Mande um e-mail com seu currículo para rh.expor@expor.com com o título da vaga no assunto que iremos analisar a sua candidatura.

maio 26, 2017
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

Pode parecer uma pergunta sem sentido a primeira vista, no entanto te garanto que sua resposta define muito do seu modelo de negócio, e portanto seu posicionamento de mercado, público, rentabilidade e finalmente a sobrevivência de sua empresa.

Caramba! Você pode pensar. Só essa resposta pode dizer até se minha empresa vai durar??? Bem, nada é certo neste mundo, (exceto a morte e os impostos) mas a forma como você encara seu negócio determina como você atua, que público atinge, com quem concorre,  a gestão necessária, e isso pode tornar sua vida, e da sua empresa, mais simples ou muito, muito mais complicada.

Não é que exista uma resposta correta, na verdade a pior resposta é não saber! Não ter consciência de qual mercado você atua é o pior dos mundos, pois te impossibilidade de agir para explorar suas fortalezas e minimizar suas deficiências. Mapear estas características, que todos temos, é fundamental parajogar profissionalmente. E é isso que queremos! No cenário atual só sobrevive e prospera quem tem muito claras suas vantagens competitivas e comparativas. O varejo, mesmo de pequeno porte, a cada dia tem mais de ciência, somente a arte não garante mais seu lugar no mercado. 

Quando pergunto: Roupa ou Moda, quero dizer, se seu mercado é de commodities. Explico: Commodity é a expressão usada para mercadorias que não são diferenciáveis, com características muito semelhantes, assim sujeitas a fácil comparação e precificação. É o caso típico de matérias primas como café, ferro, soja. Etc. Se eu te ofereço uma tonelada de soja tipo x mais barato que o vizinho, pronto, está definido o negócio, a concorrencia é na base do preço, já que é tudo igual. A luta nestes casos é diferenciar o produto para torná-lo mais valioso, descomoditizá-lo. É pegar o ouro em gramas e fazer joias, é pegar o café e colocá-lo em cápsulas, ou pegar a roupa e transformá-la em moda.

Veja que você pode ser competitivo vendendo roupa, apenas as habilidades serão diferentes e você tem de entender seu mercado e concorrência. Há vantagens claro, a moda exige conhecimentos mais profundos de público, tendências e é perecível, tem validade. A roupa sofre muito menos estes impactos, no entanto normalmente a concorrência é mais forte, e como o diferencial é preço, as margens sofrem, exigindo uma excelencia operacional de giro de estoques, aquisição, controle de perdas, etc já que estes fatores afetam a rentabilidade já estreita.

A moda, é por princípio diferenciada, já que é mutante e dirigida à um público específico,  por isso exige um conjunto de habilidades diferentes, por outro lado recompensa com melhores margens. Na minha experiência, o fatorfundamental é saber qual é seu público e seus valores e desejos. Com isso, além de ter o produto correto, é possível criar o ambiente mais capaz de atraí-lo e criar a experiência positiva de compra que o faz retornar e identificar-se com a marca num ciclo virtuoso reforçado a cada novo contato.

Claro que uma boa ambientação e exposição são importantes para qualquer loja, mas enquanto quem compra roupa “aceita” certos desconfortos pelo preço, quem compra moda, compra uma aspiração e é muito mais afetado pelo ambiente  idealmente “perfeito” compatível com os valores da marca. Por isso o que funciona pra uns não funciona pra outros ainda que sejam lojas lindas e sofisticadas, mas com públicos diferentes. Por isso, para ter sucesso vendendo moda, conheça bem seu público e ambiente sua loja de acordo.

Você pode conhecer mais sobre o assunto lendo minhas outras publicações onde falo disso ou pelo blog da Expor.

Agora você já pode responder e resolver: Você vende Roupa ou vende Moda?

Texto por: Marcos Andrade

Gostou do artigo? Aproveite para seguir o nosso CEO Marcos Andrade no LinkedIn e fique por dentro de todas as suas atualizações e artigos sobre o varejo.

agosto 30, 2016
2 Facebook Twitter Google + Pinterest

Começou hoje o Latam Retail Show 2016 no Expo Center Norte!

Para este ano, a expectativa é de reunir milhares de profissionais do varejo latino-americano para o congresso, com seu conteúdo de altíssima qualidade e para a feira, que terá aproximadamente 300 marcas. Além disso, um público altamente qualificado acompanha dezenas de palestrantes nacionais e internacionais.

Nós estaremos presentes com os nossos manequins na 2ª edição da OMNIERA – A Loja do Futuro.

Nesta edição a novidade estará em olhar para as 3 jornadas de compra: do consumidor, do vendedor e do varejista. Lá você poderá entender como incorporar os 5 pilares da Loja do Futuro: Design, Pessoas, Tecnologia, Business Intelligence e Ativação digital no PDV.

Não perca! Agende o seu tour no site oficial do evento e aproveite para dar uma olhada nos nossos manequins feitos especialmente para este projeto: www.latamretailshow.com.br

00

omniera1

agosto 23, 2016
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

Agradecemos a todos os convidados que marcaram presença em nosso workshop no Rio de Janeiro e fizeram o evento ser um sucesso!

O workshop teve a sua abertura com as palestras de Marcos Andrade e Julio Takano, seguidos do grande nome do VM internacional Eric Feigenbaun. Após o fim das palestras, tivemos um coquetel para confraternização e network entre os convidados.

Adoramos a presença de todos vocês!

Se você não pode comparecer, fique de olho em nossas redes sociais e não perca as próximas oportunidades. Estamos preparando muitas novidades!

IMG_4296 IMG_4292 IMG_4274 IMG_4303
IMG_4283IMG_4278IMG_4310

agosto 16, 2016
1 Facebook Twitter Google + Pinterest

 

Não é novidade pra ninguém que as redes sociais mudaram nossas vidas, a conectividade é parte integrante de nossos dias e todos somos afetados por isso, até quem se recusa a participar. Nas ruas somos quase atropelados por gente digitando seus celulares sem olhar pra frente, campanhas educativas para não escrever enquanto dirige, as famosas, e por vezes inconvenientes, “selfies”… e o que não esteja registrado no Facebook ou Instagram, nem existe! (Veja meu post sobre a Era da Cultura Visual)

Se isso muda nosso modo de viver e nos relacionar, certamente muda nossa forma de comprar e consequentemente impacta nas nossas lojas.

 Abaixo, detalhe da Loja Forever 21 do SoHo em NY, que além de criar um momento ¨fotografável¨, cria conexão com a comunidade local.

 

Eu confesso que, embora isso não seja tão novo,  não havia percebido bem isso até recentemente quando fui a trabalho para Nova York.  Bem, parte do meu trabalho é visitar lojas, ver tendências, vitrines, como estão usando manequins, e naturalmente registrar isso. Estou acostumado a fazer isso de uma maneira “disfarçada”, de tanto levar bronca e ter seguranças me chamando a atenção e colados em mim durante minhas visitas. Porém, nesta última visita: Surpresa! Nenhuma bronca! Na verdade muitas lojas esperam e ATÉ INCENTIVAM você a fotografar e postar para sua rede a sua visita, criando pontos de interesse especialmente fotografáveis e identificáveis com a loja. São pontos focais que chamei de Momento Instagram da loja.  Comentando o fato com meus amigos americanos, eles confirmaram realmente que o posicionamento passou rapidamente de coibir para ignorar e depois para aproveitar a onda. Me disseram que alguma vitrines tem até a sugestão do hashtag # (mas isso eu infelizmente não vi pra fotografar!)

Veja alguns exemplos de lojas que já aderiram:

Uniqlo:

 

Ralph Lauren, com seu distintivo Ralphs Coffee, que permite comprar também um souvenier da marca:

 

E o ponto mais disputado do local para fotos…

Pensando bem, seria um grande desperdício não aproveitar este novo hábito para promover sua loja e sua marca justamente com a mais antiga e eficiente forma de promoção, o boca a boca, agora com imagem! Com esta ação o cliente praticamente oferece o seu testemunhal gratuíto às pessoas com que se relaciona, das quais muitos se identificarão com seus valores, interesses, life style, etc, ou seja, potenciais novos clientes… Finalmente entendi porque ao invés de me proibirem de fotografar, agora se oferecem para tirar minha foto!

E você? Que está esperando para criar o Momento Instagram da sua loja?

Texto por Marcos Andrade

 

Gostou do artigo? Aproveite para seguir o nosso CEO Marcos Andrade no LinkedIn e fique por dentro de todas as suas atualizações e artigos sobre o varejo.

junho 7, 2016
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

Nem adianta discutir comigo, discuta com este cara da foto aí em cima. Foi ele quem disse isso. Bem, na verdade ele disse parte disto, e uma parte digo eu. Explico: Einstein, disse que loucura é fazer a mesma coisa e esperar obter um resultado diferente, então, eu, vendo que tantos varejistas diante da crise continuam tentando resolver seus problemas apenas com liquidações, descontos e promoções, igual fizeram a vida toda e ainda assim esperam que isto resolva seus problemas, terminei a frase: Estão loucos!

Mas desconto e liquidação não são boas ferramentas? Veja, são ferramentas usuais do varejo para liquidar mercadorias que não serão repostas, idealmente aquelas sobras de tamanhos e cores de uma coleção que foi vendida em sua maioria pelo preço regular. Este é o espírito original da palavra. Se a loja toda está em liquidação, então nada se destaca e sua margem se afunda. Além disso, se todo o mercado e os concorrentes estão em promoção também, qual seu diferencial? Porque o cliente vai escolher sua loja?

Por obrigação profissional passo muito do meu tempo no ponto de venda, viajando pelo país e muitos outros países onde temos clientes. Vejo, especialmente na América Latina, que o varejo é assimétrico, quer dizer, temos lado a lado exemplo do melhor e da mais rudimentar loja, e como tudo em hoje em dia, a profissionalização se impõe, estou certo de que somentequem se atualizar e atender bem as aspirações do seu público-alvo vai sobreviver.

Sendo um entusiasta do empreendedorismo, eu considero o varejo uma de suas principais portas de entrada, com grandes oportunidades que muitos souberam explorar, mas certamente muitos sonhos também se desfizeram neste caminho, lá vão longe os tempos em que uma loja de roupa ou de alimentação davam certo apenas para atender a necessidade básica, afinal “todos tem que comer e se vestir”…

Atender bem um público-alvo é fundamental, entender seus anseios e valores, sua dinâmica de compra, o ambiente que o atraí e seduzi-lo no ponto de venda. Me surpreende que ainda existam varejistas que não sabem para quem vendem. Estes estão como a Alice, qualquer estrada serve se você não sabe para onde vai.

Não resta mais dúvida tecnologia veio pra ficar e ela está cada vez mais acessível para qualquer tamanho de lojista, como um complemento da sua loja física. A idéia que o varejo online vai matar a loja física morreu, e hoje Amazon e Microsoft, ícones do digital, fazem lojas “de tijolo”, e que lojas!!! Ao mesmo tempo, marcas tradicionais como Ralph Lauren tem telões digitais que compõe harmoniosamente suas lojas com conteúdos aspiracionais e provadores com espelhos digitais que facilitam a vida do cliente, integrando a tecnologia. E isso não é só, usando o analytics, sabem bem o giro do que está exposto nas vitrines e pontos focais, horários de pico, reposição de estoque e outros fatores que permitem uma excelente gestão do inventário e minimizando perda de vendas por falta de produto, e claro, indicando que itens devem ser liquidados e promovidos.

O varejista que não se informa, não se forma e não se atualiza, deixa de perceber as reais oportunidades de atualização, e talvez até esteja trilhando o caminho inverso ao mercado. A sua loja física hoje é seu melhor ponto de contato da marca e seus valores com seu cliente, investir neste ambiente e na sua equipe para proporcionar a experiência que a sua “tribo” deseja e criar a vontade de voltar é o grande gol.

Nesta C R I S E, corte a letra S e CRIE, inove e colha novos resultados, ou você está louco também?

Gostou do artigo? Aproveite para seguir o nosso CEO Marcos Andrade no LinkedIn e fique por dentro de todas as suas atualizações e artigos sobre o varejo.

maio 24, 2016
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

 

Hoje a série vitrinando traz para nós a loja Fátima Esportes do Shopping das Nações em Criciúma/SC.

Fátima Esportes é a maior e mais completa loja do sul do estado de Santa Catarina para a prática esportiva, seja em calçados, roupas ou equipamentos esportivos.

A Fátima Esportes conta com roupas das melhores marcas esportivas, surf e street wear disponíveis no mercado nacional e internacional, calçados técnicos, específicos para cada modalidade esportiva, além de uma infinidade de equipamentos esportivos para os mais variados esportes. Ao mesmo tempo em que a Fátima Esportes abrange as mais diversas modalidades esportivas, você ainda encontra uma equipe de profissionais preparados para auxiliar da melhor maneira seus clientes seja qual for o seu esporte.

Essa loja inaugurou recentemente e abaixo você confere algumas fotos do lindo projeto.

 

?

lojas fátima - inauguração shopping das nações (5)

lojas fátima - inauguração shopping das nações (4)

lojas fátima - inauguração shopping das nações (29)

?

lojas fátima - inauguração shopping das nações (21)

lojas fátima - inauguração shopping das nações (20)

lojas fátima - inauguração shopping das nações (16)

lojas fátima - inauguração shopping das nações (15)

lojas fátima - inauguração shopping das nações (10)

 

Os manequins utilizados no projeto possuem uma tonalidade cinza com uma base redonda de metal escovado e são feitos em plástico proporcionando uma ótima durabilidade e resistência.

Temos alguns pontos focais diferenciados com manequins em poses esportistas e também alguns torsos espalhados pela loja exclusivamente para Expor produtos específicos.

A loja possui alguns pontos destacando looks completos e algumas variações de cores e modelos das peças.

Damos destaque para os manequins que são colocados acima de uma estrutura, justamente para usufruir ao máximo dessa ferramenta tão importante no ponto de venda.

Procure sempre valorizar ao máximo o seu produto, para isso é necessário te uma boa estratégia na hora de expor e utilizar ferramentas adequadas. No momento da compra é isso que fará toda a diferença para o consumidor escolher a sua loja.

Entre em contato com a gente e fale com a nossa equipe de experts!

maio 10, 2016
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

 

 

Move é a linha que leva a moda fitness para muito além da academia. Ou você ainda não reparou que as mulheres seguem da ginástica para o resto do dia com o look pós-malhação?

A tendência tem nome: athleisure (“athletic” + “leisure”). O resultado? Peças que podem ser usadas dentro e fora da academia. Para isso, os cortes são criativos, os aviamentos, personalizados, os materiais são tecnológicos e os tecidos, maleáveis.

 

Captura de Tela 2016-04-27 às 17.22.25

Captura de Tela 2016-04-27 às 17.23.41

 

O lançamento da linha MOVE da Animale Brasil foi um sucesso!

Ficamos muito felizes em estar presentes com os nossos manequins apoiando este lindo projeto.

Parabéns para toda a equipe envolvida!

 

Confira as fotos do evento:

foto 4

foto 3

foto 2

foto 1

 

Fonte: www.animale.com.br

 

maio 3, 2016
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

 

O vitrinando de hoje será um pouco diferente, ao invés de manequins teremos como personagens principais os displays e expositores em um projeto para uma loja especializada em acessórios femininos.

Criada em 2007 como uma extensão da Morana Club, a Balonè conquistou sua própria identidade e hoje já conta com 30 lojas.

A marca atua no segmento de acessórios e tem como público alvo mulheres de todas as idades que gostam de ousar e de ser irreverentes.

 

Captura de Tela 2015-12-07 às 16.52.34

 

Captura de Tela 2015-12-07 às 16.53.10

 

Logo na vitrine principal vemos um conjunto de 07 bustos para a exposição de colares. Alguns possuem bases e outros não, sendo colocados diretamente sobre a bancada.

Eles não possuem cabeça, são feitos em poliuretano e possuem um acabamento na cor preta, especialmente para ressaltar os produtos que na maioria das vezes são da cor prata.

Vemos também um busto menor que está em cima de um cubo amarelo, justamente para expor um produto mais delicado. Tudo muito bem planejado e pensado para uma apresentação bem harmônica na vitrine.

Dando um toque moderno e se destacando em meio aos bustos pretos temos um display de mão na cor amarela que está expondo lindas pulseiras e anéis. Ele está em uma posição privilegiada e mostra ao consumidor a aplicação real do produto.

 

Captura de Tela 2015-12-07 às 16.59.52

 

No interior da loja temos essa parede onde estão expostos os acessórios de uma forma bem variada.

Damos destaque para os expositores de mãos em amarelo que estão fazendo o seu papel de maneira super elegante e conceitual, expondo anéis, pulseiras e até uma carteira. O que vale é deixar a criatividade fluir.

Os expositores apresentam os acessórios para os consumidores de maneira bem efetiva. Possuem um design super inovador e otimizam o espaço deixando a sua vitrine mais conceitual e bem apresentada.

 

Se você gostou do projeto, pode vir visitar o nosso showroom, estamos com muitas novidades e também temos um corner especial com muitos displays e expositores para você se inspirar.

Eles são desenvolvidos com um material de extrema qualidade e podem ser fabricados na cor que você preferir. Venha conferir, temos certeza de que você irá adorar.

Gostou do Vitrinando?

Siga o nosso Facebook e Instagram e acompanhe todas as nossas novidades.

dezembro 8, 2015
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

 

Sempre pensando no cliente, nós reservamos especialmente para você uma semana inteira com um super desconto de até 50% em todas as nossas peças a pronta entrega da nossa linha Prêt-à-Porter.

Essa é a hora de comprar o seu manequim Expor! Você pode pagar em até 6x no cartão de crédito e o frete fica como cortesia para toda grande São Paulo.

Não perca tempo! Entre em contato conosco e aproveite essa oportunidade.

 

blackfriday2015_2

 

Siga as nossas redes sociais! 😉

Facebook e Instagram

 

dezembro 1, 2015
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

 

Poluição visual é basicamente o resultado do excesso de informação.

Este excesso pode vir da grande quantidade de mercadorias ou produtos expostos, ou ainda do excesso de displays, adesivos, cartazes, entre outros materiais.

Quando muitos elementos decorativos são colocados lado a lado ocupando todos os espaços, há poluição visual (isso sem pensar no peso das cores e da iluminação, que também precisam ser considerados).

 

1.1209401340.p1000655-small

 

Quando uma vitrine está poluída visualmente, o que acaba acontecendo é que, nada se destaca. O detalhe do produto não aparece, as formas e cores não ressaltam, o produto não brilha e não se consegue criar o clima necessário para encantar o consumidor, e consequentemente, gerar venda. 

Outro fator importante, é o fato de que muitos lojistas acreditam que expondo grande volume de mercadoria maior será a venda, pois via de regra, quanto mais opções, mais facilidade de escolha, mas isso é um erro. Não é assim que funciona quando falamos em vitrine.

 

Mas então, como evitar a poluição visual na vitrine?

 

Primeira regra: O respiro. 

Chamamos de respiro os espaços vazios deixados propositalmente na vitrine que servem para agregar valor aos espaços preenchidos. De um modo prático, escolha o que você quer destacar e deixe espaços ao seu redor que vão conferir um status de exclusividade ao que você escolheu destacar.

 

 

img1

Observe a vitrine acima: Os espaços vazios, mesmo com a presença de elementos decorativos, foram respeitados
e estão proporcionais ao espaço total da vitrine. A disposição dos manequins também foi feita de maneira
interessante pela forma que direciona o nosso olhar.

 

É aconselhável também substituir os adesivos de formas de pagamento e outras informações, por pequenos displays, que devem estar colocados discretamente de modo que fiquem visíveis sem prejudicar a cena que acontece na vitrine.

Evite excesso de elementos decorativos, principalmente em vitrines comerciais.

Caso a sua loja possua uma vitrine aberta, é necessário considerar também o interior da loja como fundo da vitrine. Isto também pode causar a poluição visual.

 

img2

Veja como o interior da loja acaba fazendo parte da vitrine.
A solução é criar uma maneira criativa para “separar” a vitrine do restante da loja.

 

Para finalizar, uma boa dica é fotografar a sua vitrine e observar detalhadamente. Se perceber qualquer excesso de informação, é necessário repensar a disposição dos produtos e elementos decorativos, a fim de evitar a poluição visual.

 

Essa foi a nossa dica de VM do mês de novembro.

Quer ficar sempre por dentro das novidades do varejo e do mundo da moda? Então siga o nosso Facebook e Instagram.

 

Até o próximo post! 😉

 

Texto adaptado: www.visualmerchandisingnapratica.com

novembro 26, 2015
1 Facebook Twitter Google + Pinterest