Home Vitrinando
Category

Vitrinando

La Rouge Belle - Katia Kuwabara

Manequins no design de interiores: eles são muito mais do que uma ferramenta para o varejo. Estes displays humanizados trazem significado para o espaço. Eles demonstram o produto de maneira fiel e de fato enriquecem o projeto. Como exemplo, apresentamos esta matéria que aborda um projeto lindo!

A loja com novo conceito da marca de lingerie La Rouge Belle, da empresária Lala Rudge, inaugurou no início de junho no Shopping Cidade Jardim. Neste case iremos observar a importância dos manequins no design de interiores.

La Rouge Belle - Katia Kuwabara

La Rouge Belle – Katia Kuwabara

Então, para colaborar com esta percepção, do quanto os manequins no design de interiores fazem a diferença no projeto de varejo, convidamos uma profissional especial! A arquiteta Adriana Da Riva, que foi responsável pelo conceito e execução da loja.

O olhar sobre os manequins e o design de interiores segundo a arquiteta Adriana da Riva

Para inserir os manequins no design de interiores, dentro do conceito do projeto, Adriana nos conta sobre suas ideias. Ela quis deixá-los flutuando, pendurados na vitrine. Este visual confere leveza para a composição. Mas existe uma resultante entre ideia versus execução.

La Rouge Belle - Katia Kuwabara

La Rouge Belle – Katia Kuwabara

Então, para tornar possível o uso dos manequins no design de interiores existiram algumas etapas. Então, para fazer da maneira como ela vislumbrou, foram necessárias algumas soluções técnicas. De fato elas acabaram deixando o projeto bastante autêntico!

Veja o depoimento de Adriana sobre o que ela pensou junto à sua equipe:

“Para este projeto da loja da La Rouge Belle tínhamos a ideia de ter vitrines com manequins pendurados. Para isso, realizamos diversos trilhos embutidos no forro de gesso e pendurais em aço inox com banho dourado rosé. Então, estes pendurais podem ser fixos em diversas roldanas.”

La Rouge Belle - Katia Kuwabara

La Rouge Belle – Katia Kuwabara

Os manequins e bustos da Expor permitem customização, já que a Expor é fabricante, e assim atende aos mais diversos projetos. Portanto, conseguimos inserir maravilhosos manequins no design de interiores em diferentes situações.

Combinação de materiais e a possibilidade de customização dos manequins.

Em relação à customização, materiais e toda esta harmonização de cores e texturas no projeto, Adriana explica o seguinte:

“Os manequins da Expor foram revestidos em tecido off white e a possibilidade de ter o acabamento no metal rosé foi essencial para este projeto. Fizemos um mix de manequins com e sem braços de madeira.

La Rouge Belle - Katia Kuwabara

La Rouge Belle – Katia Kuwabara

No interior da loja também usamos bustos sobre os diferentes mobiliários que projetamos. Tivemos a possibilidade de usar nestes manequins e bustos os mesmos acabamentos, que são versáteis para o trabalho de Visual Merchandising da loja. Ainda optamos por colocar alguns manequins de piso com base RL. Eles podem ser colocados em diversos locais da loja, podendo ser movimentados segundo as necessidades da rotina de Visual Merchandising. Acreditamos que o resultado final ficou muito bom e harmônico com todo o conjunto”.

O projeto ficou incrível, corre lá no shopping Cidade Jardim para conferir ao vivo!

O crédito das fotos vai para Katia Kuwabara.

Para quem quiser conhecer mais sobre o trabalho da Adriana Da Riva, conecte-se com ela através do Instagram @adrianadarivaarquiteta e pelo email: adriana@adrianadariva.com.br

Saiba mais sobre manequins, design e arte na nossa matéria anterior

setembro 13, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
Experiência de compra

Nunca foi tão divertido comprar um par de tênis… A marca alemã Adidas surpreendeu na experiência de compra. Em sua loja em Manhattan, NYC, fez com que os consumidores e visitantes realmente experimentassem seu produto. E de uma maneira inusitada…ela foi além de somente oferecer passarelas ou pistas de corrida para o teste dos tênis.

Adidas

Adidas

A marca tornou a experiência de compra em algo mais engajado: existe uma série de desafios físicos com uma linha de chegada para os visitantes, que cumprem estas tarefas usando os tênis! É como uma competição ou gincana. Tudo isso para todos terem a experiência de compra do Ultraboost 19, um modelo de tênis para impacto.

Entendendo a experiência de compra criada para a Adidas

E como essa atividade funciona? O Ultraboost 19 é um tênis com a mais alta performance em relação ao impacto, devolvendo o impulso do impacto ao usuário. Para permitir que o visitante teste esta tecnologia, a empresa Harley & Company, especialista em estratégia de Branding, se apropriou de uma galeria no bairro do Chelsea e a transformou temporariamente em um playground! Eles desenvolveram uma série de jogos que criam uma atmosfera desafiadora. Além disso, o desafio é tanto para quem experimenta quanto para o próprio tênis.

Adidas

Adidas

Por exemplo: o visitante deve, nesta sua experiência de compra, decifrar um labirinto e encontrar a saída. É uma relação que o jogo faz entre flexibilidade mental e a flexibilidade do tênis. Isto demonstra simbolicamente que o tênis têm o que é necessário para ultrapassar um obstáculo: flexibilidade para terrenos incertos. Há também o desafio de atravessar um “mar” de bolas amarelas andando sobre uma viga, o que demonstra a estabilidade dos calçados.

A gangorra gigante propõe coordenação e comunicação entre os participantes que brincam nela. Enquanto isso, eles avaliam a flexibilidade da sola do Ultraboost 19.

Além da Física, diversão!

Na última parte da brincadeira da experiência de compra, os participantes devem saltar o mais alto que podem para pegar bilhetes presos no teto. Assim, eles testam a resposta do tênis para o impacto. E também dão certamente uma olhadinha no que a sorte promete para o futuro deles (que estará escrito no bilhetinho…).

Adidas

Adidas

A vantagem de experimentar os tênis em casa e efetuar a troca da compra se necessário, sem custo (estamos falando de compras on-line) é muito apelativo e conveniente. Entretanto, viver a experiência sobre a performance deste tênis e conhecer a ciência por trás do desenvolvimento deles é muito mais memorável, diríamos insubstituível.

Adidas

Adidas

Faça sua marca de fato, ser memorável para todos aqueles que entram em contato com ela, por qualquer motivo. O curioso de hoje pode ser seu cliente amanhã…

Sabia mais sobre experiência de compras no link.

setembro 4, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
Design e Sustentabilidade

Em sua terceira edição, o projeto Trama Afetiva faz uma parceria com a Expor e veste os manequins com design e sustentabilidade.

O projeto Trama Afetiva é uma iniciativa da Fundação Hermann Hering com direção criativa de Jackson Araujo e Luca Predabon.

trabalhos trama Afetiva 2019

trabalhos trama Afetiva 2019

Desde 2016 reúne estudantes e profissionais interessados em repensar consumo, usando os conceitos do design e sustentabilidade. Além disso são convidados a questionar modelos de organização social e econômico e investigar os verdadeiros valores contemporâneos. O público tem como principal ferramenta o Design de Significado.

A proposta é buscar novas soluções sob novos olhares para os resíduos têxteis.

Design e sustentabilidade ocupando espaços paulistanos

O projeto se materializa na Experiência Colaborativa em Upcycling. Este ano de 2019 acontece entre 20 e 25 de agosto, no Centro Cultural São Paulo, tomando o espaço com atividades relacionadas ao design e sustentabilidade.

diretor criativo Jackson Araujo com os designers Patricia Centurion e Marcelo Rosenbaum

diretor criativo Jackson Araujo com os designers Patricia Centurion e Marcelo Rosenbaum

Diariamente, das 10h ao meio-dia, acontece uma programação de Masterclasses e Painéis sobre Economia Circular, Logística Reversa, Moda como Ativismo e Empreendedorismo Cívico. Estes eventos são abertos ao público, mas sujeitos à lotação da Sala Jardel Filho (300 lugares). O Centro Cultural de São Paulo é tomado por uma atmosfera de design e sustentabilidade, traduzidos assim em afetividade e colaboração.

trabalhos trama afetiva 2017

trabalhos trama afetiva 2017

Além disso, também aberta à visitação nestes dias, acontece a Exposição Nós. Ela apresenta os resultados criativos da edição de 2018, onde haverá cinco looks vestidos nos manequins da Expor Manequins. Na sexta, dia 23, às 19h haverá a abertura da exposição dos resultados criativos de 2019, no espaço Flavio de Carvalho, igualmente aberto ao público. A exposição fica em cartaz até domingo, dia 25.

Design e sustentabilidade também nos manequins!

Temos aqui o depoimento de Jackson Araujo, diretor criativo do projeto. Ele tem motivos sólidos para ter a Expor como parceira! É muito bom certamente fazer parte desta história junto com o projeto Trama Afetiva!

trabalhos trama afetiva 2018

trabalhos trama afetiva 2018

“Como diretor criativo do Trama Afetiva, eu e a equipe sempre buscamos parcerias que façam sentido dentro de nossa linha de pesquisa sobre sustentabilidade e upcycling. Quando descobrimos os manequins Plex-T, que são feitos a partir da ressignificação do corpo de outros manequins em desuso, achamos a sintonia perfeita. Por isso, sempre que precisamos vestir os resultados criativos das oficinas do Trama Afetiva, que ressignifica resíduos têxteis da Cia. Hering, buscamos o apoio da Expor”.

trabalhos trama Afetiva 2019 manequins

trabalhos trama Afetiva 2019 manequins

Para mais informações sobre nossa linha de manequins Plex-T, clique aqui

Para saber mais sobre o projeto Trama,  clique aqui

agosto 21, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
manequim e arte

No ano de 2015, em NYC, mais precisamente no MAD (The Museum of Arts and Design) aconteceu a exposição “The Art of the Mannequin”, sobre manequim e arte. Ela foi realizada pelo renomado designer nova-iorquino Ralph Pucci.

Pucci, designer e artista multidisciplinar, também desenvolve manequins. Ele começou o trabalho com manequins aos 22 anos, na fábrica de seus pais, onde os consertava.

Ralph Pucci e o studio

Ralph Pucci e o studio

Em seu trabalho ele usa as formas familiares dos corpos para criar manequins que atendem de forma específica as marcas e os estilistas. A exposição que foi a primeira com o tema mostra como manequim e arte caminham juntos.

Manequim inspirado na arte de Kenny Scharf

Manequim inspirado na arte de Kenny Scharf

Pucci começou seu negócio com manequins nos anos 70 quando emergia o conceito de “Super Modelos”.

Varejo: criação, vendas, manequim e arte

A grande sacada de Ralph Pucci foi transferir para os manequins as poses que o inspiravam. É possível ver na exposição o paralelo entre manequim e arte. Por exemplo, ele dava personalidade a seus manequins através de estudos das poses das estátuas greco-romanas, além de se inspirar nos performáticos looks de uma banda punk chamada New York Dolls. Eclético, não?!

Exposição de Ralph Pucci e seus manequins

Exposição de Ralph Pucci e seus manequins

Pucci tirou o manequim do anonimato criando novas formas de apresentá-lo, com uma visão específica de beleza e empoderamento. Tudo o que a indústria e o varejo precisavam. Ele aglutina manequim e arte fazendo com que seus manequins sejam mais do que peças comerciais…são esculturas e agentes de atitude. Muito apropriado para o mercado de moda onde as marcas buscam uma identidade visual certamente única.

Expor Manequins e Ralph Pucci

 

Marcos Andrade CEO da Expor com Ralph Pucci

Marcos Andrade CEO da Expor com Ralph Pucci

Marcos Andrade, CEO da Expor Manequins visitou Ralph Pucci em 2019 e nos conta como foi:

“Graças ao Eric Feingenbaun, nosso amigo em comum, conheci o Ralph Pucci e pude conhecer em primeira mão sua incrível história na construção desta marca icônica no mundo dos manequins. Fui visitar seu Show Room e fábrica que fica no 11o andar de um edifício em plena Manhattan! Além de um profissional talentoso, Ralph é um gentleman generoso em compartilhar seu conhecimento e experiência. Uma inspiração para todos nós do mundo do varejo e visual merchandising. Registrei com orgulho esse encontro e o livro autografado que me presenteou”.

Para se informar mais clique aqui

agosto 15, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
Vitrines Coloridas

As vitrines coloridas que muitas marcas criaram para celebrar e homenagear o WorldPride 2019 foram um show à parte! Elas coloriram a cidade de NYC e trouxeram alegria e reflexão.

Mas quais os acontecimentos por trás destas vitrines coloridas? Você sabe?

O começo deste marco na história não foi nada colorido, mas a luta e o amor de muitas pessoas deve ser lembrado e evidenciado. Toda homenagem é certamente válida, e o varejo fez seu papel apresentando estas lindas vitrines coloridas.

A história por trás das cores do arco-íris e das vitrines coloridas

O evento WorldPride acontece a cada 02 anos em uma cidade diferente. Para 2019, a cidade escolhida foi Nova York. E como não poderia deixar de ser, a cidade dos negócios e oportunidades se apropriou da data de forma espetacular…o varejo abraçou a causa e usou a data para se comunicar de uma maneira linda: decorou as fachadas das loja com vitrines coloridas e incríveis!

A data surgiu faz 50 anos devido à rebelião que ocorreu em Greenwich Village, um bairro de NYC. Mais precisamente no bar Stonewall. Foi no dia 28/06/1969, um motim da comunidade LGBT lutou contra uma invasão policial neste bar. A partir daí então a comunidade se organizou e passou a lutar pelos seus direitos.

Um ano depois, 28/06/1970, começaram a acontecer as primeiras marchas (passeatas) do orgulho gay. Elas aconteceram simultaneamente em NYC, Los Angeles, São Francisco e Chicago para comemorar o aniversário do ocorrido no bar Stonewall. Em 2016, o então presidente dos EUA, Barack Obama oficializou o bar como um monumento nacional.

As “marchas”ou “paradas” gays acontecem todo ano em várias cidades, sempre no final de Junho e colorem as ruas por onde passam.

A diversidade representada por cores

Por serem muito diferentes e diversas e coexistirem em paz lado a lado, as cores do arco-íris representam esta causa. O uso do arco-íris se seu nos anos 70, quando o símbolo foi apropriado dos hippies. Para os hippies o arco-íris simboliza a Paz.

Em 1978 a bandeira arco-íris, símbolo do movimento LGBTQ foi estreiada na passeata em São Franciso, Califórnia. Além disso as vitrines coloridas que comemoraram esta data se utilizam de todas as cores, sem exceção.

O resultado das campanhas é magnífico, como vocês podem ver nas muitas fotos desta matéria! Inspiração e diversão não irão faltar com todas estas vitrines coloridas!

E tem mais idéias de vitrines coloridas aqui.

agosto 5, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
Chanel

O Visual Merchandising para lançamento de coleção nos apresenta as novidades da estação. Por exemplo: um lindo biquini, desenhado conforme as últimas tendências da moda Primavera/Verão 2020. Mas estamos em Julho, no Inverno!

Aqui no Brasil está frio, mas as lojas estão com o visual merchandising super tropical. O que está acontecendo?

A confusão está armada…

Ermenegildo Zegna

Ermenegildo Zegna

Parece que estamos deslocados no tempo.

Nos meses de Janeiro e Julho existe uma percepção invertida em relação ao momento da moda. Em Julho estamos vivenciando o Inverno, mas é lançada a coleção de Primavera/Verão. Em Janeiro estamos curtindo o calor e o visual merchandising nos mostra coleções com jaquetas, botas e todas as peças para enfrentar o frio…

Visual Merchandising é ferramenta

O Visual Merchandising é ferramenta para inserir o produto dentro de um contexto. Esta é uma das funções do Visual Merchandising, que possui muitas outras…E não seria diferente nos acontecimentos mais marcantes da moda: o lançamento das coleções. Novas propostas, novas cores e texturas, novos shapes, nova decoração para a loja, novo Visual Merchandising.

Zara

Zara

Lacoste

Lacoste

Assim que a coleção é trocada, toda a atmosfera do varejo muda também.

E como acompanhamos o calendário internacional, enquanto aqui faz calor, no Hemisfério Norte faz frio. E quando aqui estamos curtindo um chocolate quente, para cima da linha do Equador eles aproveitam uma limonada bem gelada.

Nós não os acompanhamos na limonada, mas no Visual Merchandising, sim! 😀

Nós lançamos e vendemos as coleções simultaneamente: Brasil, Europa, EUA…só as usamos em épocas diferentes.

 As trends das coleções SS 19/20

Muita gente que não é da área não sabe, e então gostaríamos de compartilhar: a sigla do título acima, significa em inglês: Spring/ Summer (Primavera/Verão) para 2019 e 2020.

Vamos dividir com vocês algumas das 12 tendências mais fortes que rolaram nas passarelas dos desfiles internacionais, fica a dica do que você verá nos nossos próximos posts do Insta, nas vitrines e no Visual Merchandising das lojas. Vale a pesquisa para conhecer as demais! 😉

Kleinfeld

Kleinfeld

Sonia Rylkiel

Sonia Rylkiel

– Bege: dos pés à cabeça, é como as marcas internacionais irão propor os looks para a Primavera

– California Dreaming: conceito da contracultura do Surf californiano, com uso de um look litorâneo composto de neoprene e tie-dye.

– Rendas: uso de rendas de uma maneira despojada, cortada em pedaços e aplicadas a looks de shapes masculinos.

– Craft work (ou Artesanal): o artesanato ganha status e se solidifica cada vez mais com uso de macramés, redes de tricôs e arrastão para serem utilizados na praia e na cidade.

Paul Stuart

Paul Stuart

Ralph Lauren

Ralph Lauren

– Chapéus: você não estará completamente vestido se não usar um chapéu. Quem dirá que você não é chique?

Além disso compare estas trends atuais com as que vimos no ano passado, veja o que ficou e se tornou estilo ou se nada permaneceu igual! 😀

Vale a pena a jornada! Informe-se e divirta-se!

julho 15, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
le bon marche

As vitrines de Liquidação geralmente se compõem de poucos elementos cenográficos (props). O que muitas marcas optam para a redução de custos é o recurso de adesivação. Às vezes, até os manequins entram nesta vibe, e expõem poucas ou nenhuma peça de roupa. Haja criatividade! Mas vamos lembrar que situações extremas revelam soluções surpreendentes. É o que podemos verificar nessas fotos de vitrines de liquidação.

Novamente, a cor principal para vitrines de liquidação é o vermelho. Elementos e adesivos vermelhos, muitas vezes agigantados, garantem a atração dos olhares dos consumidores. Lindos manequins completam a cena, e por si só trazem a beleza para as vitrines de liquidação. Por isso, capriche na escolha dos seus manequins….fica a dica!

Armani Exchange

Armani Exchange

fendi

fendi

Mas afinal, você sabe a diferença entre as ações ou Vitrines de Liquidação e de Promoção?

As ações e Vitrines de Liquidação e Promoção podem ser diferentes, mas possuem algo em comum. As marcas tendem a fazer uso reduzido de budget (orçamento) para realizá-las. Como estas ações trabalham com preços reduzidos e menor margem de lucro sobre produtos já lançados e que já tiveram investimento de marketing, quanto mais econômica for a comunicação, melhor! A ordem então, é encontrar boas soluções com pouco dinheiro.

A Liquidação é uma ação que tem por finalidade acabar, finalizar, liquidar um estoque. É uma ação muito usada para produtos que não são perenes. Por exemplo, na Moda é uma prática muito comum pois é necessário trocar a coleção a cada estação. Então, os preços são abatidos a fim de que o estoque atual seja inteiramente vendido para dar oportunidade a novos produtos.

Mango

Mango

karl lagerfeld

karl lagerfeld

Já a Promoção, que pode ou não ter baixa de preço, visa promover, colocar em evidência, chamar a atenção para certos tipos de produtos. São ações com trabalho especial de Visual Merchandising no PDV (ponto de venda) para fazer o consumidor perceber de maneira diferente estes produtos. Eles podem estar precisando de giro, pode ser uma promoção de lançamento, ação conjunta com outra marca, etc..

Como aqui no Brasil acompanhamos o calendário internacional, Junho/Julho é um mês de liquidação de Inverno, onde as marcas se preparam para lançar a coleção de Primavera/Verão. Entenda mais sobre este cronograma na nossa próxima matéria 😉

moschino

moschino

 Elementos interessantes para compor vitrines de Liquidação

Super engraçadas e interessantes, as vitrines de Liquidação nos divertem com seus temas irreverentes. Existem os elementos clássicos que são sempre utilizados: sacolas, caixas, baldes, banners, adesivos gigantes, cartazes, etc….

Algo recorrentes é vestir os manequins com roupas básicas, de cores neutras (pretas ou brancas) ou deixá-los sem roupa. Neste momento a importância de um manequim de ótima qualidade e com a manutenção em dia é muito importante!

Lacoste

Lacoste

O uso do gigantismo (utilizar elementos – props – gigantes) na cenografia também é um artifício muito utilizado. Hoje em dia o gigantismo é uma tendência, e iremos encarar esta trend numa próxima matéria 😉

Não menos importante que outros temas, as vitrines de Liquidação devem ser muito bem cuidadas. A elaboração pode ser simples. O gasto com elas também….mas a execução deve ser perfeita como qualquer outra. Não descuide… Elabore e concorra apresentando beleza e assertividade!

Dá uma olhadinha na nossa outra matéria com mais dicas para vender mais!!

julho 10, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
j_crew_paper

A vitrine de Dia dos Namorados pode surpreender pela cor, pois usamos tradicionalmente o vermelho vivo, que representa a paixão. Mas esta vitrine pode surpreender os consumidores também pela solução.Cada vez mais as marcas optam pelo uso de um material versátil e econômico para executá-la: o papel.

Tifanny

Loubotain paper

Parece que a vitrine de Dia dos Namorados e as cenografias em papel andam de mãos dadas. Como namorados… São cartas, caixas de presentes, flores e corações. Milhares deles! Em papel…

 Mas por que papel na Vitrine de Dia dos Namorados?

O papel é um material singelo mas que nos proporciona efeitos de grande força estética. Fazer a vitrine de Dia dos Namorados com papel, antes de qualquer coisa, é uma ação inteligente. A data tem uma campanha de duração relativamente curta se compararmos com outras datas importantes. Então, usar papel para construir a campanha no interior da loja e a vitrine de Dia dos Namorados é aliar o seu projeto à eficácia e à economia de material.

Tifanny

Tifanny

Como o papel é um material do nosso cotidiano, todos nós temos mais facilidade em lidar com ele. Apesar de sensível, manusear elementos de papel pode ser bem confortável para as equipes de loja, que sabem das consequências de tratá-lo bem…ou não!

A logística do papel também pode ser mais interessante se comparado a outros materiais. Assim como o armazenamento e a substituição de peças, e muito importante: a instalação!

Vermelho vivo, degradé, hot pink, texturas e corações…

A oferta de possibilidades é vasta! Hoje encontramos uma gama muito grande de tipos de papel, com diversas cores, gramatura e texturas para a criação de vitrine de Dia dos Namorados.

Tifanny

O material atende desde solicitação mais sofisticadas quanto mais despojadas. Veja as fotos para se inspirar!

A dica é aproveitar algumas das cores tendência para este Inverno, o Vermelho e o Hot Pink, e executar uma vitrine bem chamativa e apaixonada, onde cenografia e produto se unem num único código visual, como o coração dos enamorados.

Dá uma olhadinha na nossa outra matéria com outras dicas de inspiração para vitrines de Dia dos Namorados.

junho 3, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

Referência de vitrines e Design que são representados por cores muito vibrantes e até mesmo neon é o ponto que marca o ano de 2019. Um ano cheio de temáticas individuais e bem recortado, onde parece que tudo tem vez!

Mas a principal tendência tratada neste texto é o Yesterday’s Tomorrow. É uma tendência citada pela Shutterstock e que se desdobra em vertentes de cores para os próximos tempos.

Design by IM_VISUALS para hutterstock

Para conseguir trabalhar com estas referências de vitrines que seguem nas fotos, é necessário entender todo o clima…. O design do Yestarday’s Tomorrow trata de um sentimento de final de balada, fim de festa e nostalgia que resultam numa estética de cores dos anos 80 e 90. Englobam características como neons brilhantes, luzes de paisagens urbanas ou de design de interiores. No caso, de bares e boates, que usam grades de luzes e letreiros… e o som assim que se poderia ouvir seria o de sintetizadores.

Design by IM_VISUALS para shutterstock

Mirages série de ilustrações by Romain Trystram para Shutterstock

Identifique os anos 80 e como ele é usado como referência de vitrines

Toda essa antiga-nova tecnologia é representada pelas cores neon Roxo (purple), Pink e Azul. Elas podem ser facilmente vistas na nossa pesquisa de referência de vitrines com a trend citada. Estas cores estavam muito em voga nos anos 80 e 90 e voltam com tudo. Perceba este retorno na moda, no decór, na maquiagem e nas vitrines!

Tipografia Neon by CyBe para Shutterstock

Aqui, podemos perceber que o Rosa Millennial, que foi muito citado nos nossos posts do Instagram e que ainda é muito usado na moda e na decoração, irá se transformar em outro tom de rosa: um rosa “chiclete”, bem característico dos anos 80, impactante e pertencente ao rol de cores citado acima. É o Plastic Pink.

Entregue-se às cores

Para as referências de vitrines, e pesquisas de materiais, as possibilidades são imensas. Essas cores podem ser utilizadas como planos de cores em painéis (color blocks) e conferir um resultado chamativo e de muita personalidade. As cores néon podem simplesmente aparecer nas peças de roupa e assim estarem representadas através do produto em si.

Estas cores e este mood também podem ser representados com a luz de neon. Este tipo de iluminação vem sendo utilizada faz alguns anos e também veio para ficar. Além disso conferir muito estilo para os projetos de Retail Store, o néon possibilita a criação de desenhos e palavras variados; possui certamente diversas cores, manutenção quase inexistente, durabilidade muito longa e preço atraente.

hermés

gucci

Vitrines e design de interiores que possuem o néon em seus projeto nos oferecem efeitos incríveis…

Conecte todas estas informações para um projeto interessante e de sucesso, pois quando o assunto é Cor, a expressividade e o impacto estão garantidos! É possível assim se apropriar desta tendência de forma simples e com orçamento acessível. Separamos algumas referências de vitrines lindas para ilustrar este texto e para servir certamente como inspiração para a criação.

nina_ricci

Aproveitem!! 🙂

Um pouco mais sobre cores na vitrine na nossa matéria.

maio 24, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
louis_vuitton

Nesta matéria sobre vitrines e design mostraremos como a linguagem gráfica de uma época influenciou diferentes épocas. Esta linguagem se aplica também em outras várias áreas de atuação do design. Sua importância e estética perduram até os dias de hoje, conferindo elegância, comunicação clara e eficiência.

hermés

hermés

Fendi

Fendi

No mobiliário, nos eletrodomésticos, carros, vitrines e design dos idos anos 1920 vimos surgir um estilo elegante chamado Art Decó. Inspirado pelo futurismo, mecanização da guerra, indústria e produção em massa este estilo resultou numa estética que representava a modernidade. Utiliza desenhos de linhas longas, formas alongadas e ao mesmo tempo robustas e sofisticadas. O Art Decó é claramente percebido na arquitetura e decoração da cidade de NY. Ainda hoje a cidade preserva e respira este estilo nas linhas da arquitetura de suas mais importantes construções.

No design gráfico podíamos contar com desenhos de linhas simples e cores chapadas, tipografia bold e muita força visual. E esta linguagem se transferiu para tudo: mobiliário, moda e vitrines! Foi um movimento estético que se contrapôs ao movimento anterior, o Art Noveau. Este último, de fato, contava com linhas fluidas e orgânicas inspiradas na Natureza.

Cartaz Cassandre

Cartaz Cassandre

Cartaz Cassandre

Cartaz Cassandre

A tecnologia e sua influência nas vitrines e design

Inclusive em projetos de vitrines e design podemos verificar uma retomada desta linguagem sólida e simplificada do Art Decó, como em outras áreas de comunicação. Na verdade, este movimento vem acontecendo desde 2006 com a criação do Microsoft Design Language, que ofereceu aos seus usuários um design focado na tipografia e ícones simples, resultante da necessidade de fazer interagir de modo eficiente humano e máquina.

Atualmente podemos identificar o Flat Design como um dos estilos mais utilizados pelo criativos pelo mundo todo. E é fácil perceber isto quando nos damos conta de todos aqueles logos e ícones utilizados nos apps ou em qualquer informativo que visa explicar algum procedimento ou layout.

Cartaz Cassandre

Cartaz Cassandre

Entenda melhor sobre o Flat Design e sua aplicação em vitrines

Todo este material se utiliza do Flat Design para passar aos usuários uma mensagem de forma simples, clara e eficiente. Outro fator que torna o Flat Design tão popular é o fato do uso de softwares de desenho e criação permitirem de modo fácil o uso desta linguagem. Os softwares de desenho (como Illustrator e Corel Draw) trabalham a ilustração em vetores e com representações simplificadas. Eles criam formas preenchidas de cores, sem muito detalhamento (desde que assim seja o desejo do designer). E neste caso, a intenção é mesmo esta!

O entendimento das formas como símbolo de comunicação deve se sobrepor à arte para resultar em comunicação fácil, rápida e universal, onde as cores assim são protagonistas. Com o aumento da interação entre usuário e produto, como exemplo o smartphones, os botões e o touch devem ser certamente lidos e entendidos.

E a iconografia que usamos e lemos de forma rápida e universal é resultante deste estilo chamado Flat Design.

Vitrines e Visual Merchandising: como utilizar esta linguagem gráfica de design?

Você pode abusar de composições com tipografia e formas geométricas com cores chapadas nas suas vitrines e no interior de loja. Comunique-se assim de forma simples e rápida com o seu consumidor.

Na nossa matéria de Vitrine do Dia dos Pais é possível perceber uma forte tendência para o Flat Design: cores sólidas e tipografia forte.

Para inspirar, clique nesse link que te leva numa viagem para o estilo Art Decó, muito Flat Design dos anos 20, com o trabalho maravilhoso do designer ucraniano Cassandre, que certamente foi uma grande expressão mundial do design gráfico.

maio 13, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest
vitrine de dia das mães

A vitrine de Dia das Mães pode ser elaborada de inúmeras maneiras. Assim como o trabalho de Visual Merchandising, onde o importante é identificar o estilo da mamãe que irá receber o presente. Deixe isto claro para o consumidor, lembre-se que no caso são os filhos e filhas ou esposo/esposa. É muito importante também que não se perca a coerência de linguagem que a marca já adota. Siga o “guide line” de branding, a fim da marca não se descaracterizar. Aproveite a oportunidade de grande visibilidade para fortalecer sua imagem nesta data tão importante para o varejo.

Chadstone

Chadstone

Entenda melhor sobre a vitrine de dia das mães

A cor mais utilizada no tema de vitrine de Dia das Mães ainda é o cor-de-rosa e suas variantes. Os tons de Rosa Antigo e o nosso conhecido Rosa Millennial são os tons suaves de rosa e representam o amor, sendo protagonistas das composições. O uso de elementos como o coração e as flores é certamente um clássico. Eles podem ser subvertidos de forma a trazer um resultado bastante conceitual…. Mas atenção ao seu público!

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Garanta que ele tenha repertório para leitura de tais soluções conceituais e que ele irá absorver o significado da vitrine. Tire proveito destes símbolos, de modo que a vitrine de Dia das Mães faça sentido e o impulsione para a compra. Caso não seja possível abstrair os símbolos, seja, de fato, explícito! Utilize o coração, as flores e a cor rosa de maneira clara e delicada. Assim a vitrine de Dia das Mães não se confunde com o tema de Namorados. Atenção, pois esta data que se aproxima se assemelha  ao Dia das Mães em questão de uso de simbologia.

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Le Lis Blanc

Informação: um breve histórico

Curiosamente o Dia das Mães é comemorado em datas diferentes pelos países ao redor do mundo. E temos vitrines de Dia das Mães lindas espalhadas por todo canto! Apesar de ter se originado por diferentes motivos em alguns dos países e se consagrado em diferentes períodos, a origem do Dia das Mães remonta à Grécia antiga. Nesta época do ano é comemorada a entrada da Primavera e se festejava a Deusa Rhea, mãe de todos os Deuses. A Enciclopédia Britânica diz: “Uma festividade derivada do costume de adorar a mãe, na antiga Grécia. A adoração formal da mãe, com cerimônias para Cibele ou Rhea, a Grande Mãe dos Deuses, era realizada nos idos de março, em toda a Ásia Menor.”

Maria Filó

Maria Filó

Michael Kors at Bloomingdales

Michael Kors at Bloomingdales

Deixamos aqui a nossa homenagem. Ilustramos a data com esta matéria com algumas vitrines de Dia das Mães de comemorações passadas. Estas vitrines são de diferentes estilos, mas não menos inspiradoras, belas e eficientes.

Um lindo Dia das Mães com vitrines maravilhosas!

Dá uma olhadinha na nossa outra matéria com outras dicas de inspiração para vitrines de Dia das Mães.

maio 13, 2019
0 Facebook Twitter Google + Pinterest

Vitrinando no ar!  😉

Dessa vez trouxemos fotos da coleção Karl Lagerfeld da Fallabella, no Peru, com manequins Zoe da Hans Boodt – revendidos pela Expor. É importante notar como mesmo com manequins iguais, a composição consegue ser criativa e única, com pequenas variações de pose. Os traços alongados da Zoe trazem sofisticação sem perder a modernidade das novas tendências.

 

 

Acesse a nossa categoria Vitrinando e veja mais posts da série.

Curtiu? Entre em contato com a gente, fale com a nossa equipe de experts e
fique por dentro de todas as nossas novidades.

Não deixe de seguir as nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

 

outubro 10, 2018
0 Facebook Twitter Google + Pinterest